DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Bono elogia iniciativas do Brasil contra a Aids

Bono disse que há limites para sua ‘megalomania’
O vocalista do U2, Bono, elogiou nesta quinta-feira, em Bruxelas, a liderança que o Brasil exerceu na quebra de patentes e uso de medicamentos genéricos para os tratamentos contra o vírus HIV.
“Eu observo a América do Sul principalmente pela forma como a região lida com a Aids, porque o que aconteceu no Brasil foi uma ótima liderança em relação aos medicamentos genéricos”, disse Bono.

No dia 2 de julho, o U2 participará no dia do Live 8, um show que reunirá várias estrelas da música pop com o objetivo de chamar atenção para os problemas da África.

Em fotos: As atrações do Live 8

“Um senso de que esta luta é possível é o fato de que pessoas estão morrendo pelas mais estúpidas razões. Milhões de pessoas morrem todos os dias na África por causa de picada de mosquito”, lembrou Bono.

UE e G-8

O U2 se apresenta em Bruxelas nesta sexta-feira, e o cantor aproveitou a coincidência de passar pela cidade dias antes de uma reunião dos chefes de Estado europeus para fazer um apelo aos líderes do bloco.

“A minha mensagem para os líderes é: Não estraguem isso! Não estraguem isso! Esse tipo de interesse crescente não acontece todos os anos.”

“Este é o momento e esta é uma geração que quer fazer alguma coisa pela qual será lembrada. Pelo que mais, daqui a 50 anos, seremos lembrados? A internet, a guerra contra o terrorismo e… poderia ser esta a geração que disse ‘não’ à pobreza burra, à pobreza extrema?”, questionou Bono.

E repetiu seu apelo: “É como parte desta geração que eu gostaria de ser lembrado e é isso que eu gostaria de dizer para os ministros da economia: não estraguem isso!”

Os presidentes e primeiro-ministros se reúnem na capital belga nos dias 16 e 17 para, além de discutir os problemas internos da União Européia, se preparar para o próximo encontro do G-8 (grupo formado pelos sete países mais industrializados do mundo e a Rússia), que acontece em julho na Escócia.

A agenda da reunião é voltada para a África e a luta contra a pobreza.

O presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, lembrou que a UE vive um momento de crise, mas disse que nem por isso a África deve ser retirada da agenda política do bloco.

“Pelo contrário, nós estamos convencidos de que todos os problemas que temos são ligados à falta de visão. As pessoas não estão sentindo a Europa, não estão vendo o que a Europa está fazendo, mas a UE está fazendo muito, e fará ainda muito mais, principalmente para a África”, disse Barroso.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
213