DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Autoridades de Ohio executam prisioneiro condenado à morte.

De acordo com as autoridades penitenciárias de Ohio, um norte-americano condenado à morte após ter assassinado sua mulher em 2003 recebeu nesta quarta-feira(12), a injeção letal.

Rocky Barton, 49, se recusou voluntariamente ao direito de apelar da sentença. Ele foi declarado morto às 10h27 locais (11h27 em Brasília).

Dois dos filhos do réu assistiram à execução na prisão de Lucasville como testemunhas da vítima, enquanto os pais de Barton e um tio representaram o condenado.

Antes de morrer, Barton disse a seus familiares que os amava e que estava arrependido do que fez.

“Eu amo a todos e lamento o que fiz”, disse. “Estou arrependido de ter matado sua mãe. Não lhes peço que me perdoem, eu mesmo não me perdôo.”

Barton assassinou sua esposa, Kimberli, porque ela ameaçava deixá-lo.

“Não deixem que sua ira e seu ódio por mim destruam suas vidas”, acrescentou.

A seus pais e ao tio, pediu desculpas “pela vergonha e pelo desconcerto” em que consumiu a família.

Barton foi a 26ª pessoa executada nos Estados Unidos neste ano, e o condenado número 1.031 desde que a pena de morte foi reinstaurada em 1976, segundo o Centro de Informação sobre a Pena e Morte.

Em 1º de abril, havia 3.370 condenados no corredor da morte de prisões americanas, segundo a associação de defesa dos direitos civis NAACP.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
223