DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Atirador do aeroporto de FFL irá a julgamento dia 17 de janeiro

Esteban Santiago, 26 anos, autor do tiroteio no Aeroporto International de Fort Lauderdale na sexta-feira, 6, compareceu ao tribunal para a primeira audiência na segunda, 9, onde foi nomeado o seu advogado de defesa, Bob Berube, e feitas formalmente as acusações de assassinato, uso de armas de fogo e violência em um aeroporto internacional.

Os promotores pediram a prisão preventiva porque Santiago é considerado perigoso e pelo risco de fuga. A audiência de detenção de Santiago está agendada para 17 de janeiro e a audiência final será no dia 23 de janeiro. Duas das acusações levam a pena máxima de sentença de morte.

O vídeo da câmera de segurança no aeroporto, publicado nesta semana pelo site TMZ.com, mostra Santiago pegando uma arma da cintura e abrindo fogo na área de recebimento das bagagens do Terminal 2 do FLL. Na terça-feira, 10, o policial Michael Dingman, 46, que trabalha no Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale-Hollywood, foi suspenso temporariamente, enquanto continuam as investigações, por suspeita de vazamento do vídeo.

O motivo para o ataque ainda é desconhecido, mas o xerife do condado de Broward, Scott Israel, disse que Santiago relatou aos investigadores que um chip foi colocado em sua cabeça por uma agência governamental.

O jovem, ex-veterano da Guerra do Iraque, pode sofrer de transtorno de estresse pós-traumático, como um em cada cinco veteranos que serviram no Iraque ou Afeganistão desenvolvem a aflição a cada ano, de acordo com o Departamento de Assuntos de Veteranos dos EUA.

Parentes de Santiago em Nova York e Porto Rico disseram a repórteres que o veterano militar mudou o comportamento depois de servir no Iraque de 2010 a 2011.

Segundo informações das autoridades à rede ABC News, Santiago inicialmente fez uma reserva para voar para Nova York na véspera de Ano Novo, mas cancelou o voo por uma razão desconhecida e reservou um bilhete de ida, no valor de $ 278 para Fort Lauderdale.

Uma das pessoas feridas foi liberada esta semana do hospital e pelo menos outras três permanecem no Broward Health Medical Center. Quatro das cinco vítimas fatais foram identificadas através de relatos da mídia: Shirley Timmons, 70 anos, Terry Andres, 62, Olga Woltering e Michael Oehme, 57.

O ataque provocou reação imediata em diversos outros aeroportos dos EUA, como Miami, Nova York e Boston. Desde então, há uma presença maior visível de agentes de segurança com direito a armamento pesado e veículos blindados estacionados nos terminais.

Com informações do Sun Sentinel.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Tags: ,

Gazeta News
Gazeta News