DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Após EUA, Reino Unido proíbe eletrônicos em voos do Oriente Médio

Jeddah Airport na Arábia Saudita. Foto: liveandletsfly\flickr

Depois do anúncio dos Estados Unidos proibirem eletrônicos em voos estrangeiros ao país, feito nesta terça, 21, o Reino Unido também resolveu adotar a medida e anunciou hoje que proibirá alguns tipos de dispositivos eletrônicos em voos a partir de seis países do Oriente Médio e do Norte da África.

Sob as novas medidas de segurança, os passageiros que voarem ao Reino Unido a partir de Turquia, Líbano, Jordânia, Egito, Tunísia e Arábia Saudita não poderão levar na bagagem de mão “telefones, computadores e tablets maiores que um celular de tamanho normal”, mas poderão levá-los na bagagem despachada.

A decisão tomada pelo governo britânico atinge não somente companhias aéreas estrangeiras, mas também do país, como British Airways, EasyJet, Jet2, Monarch, Thomas Cook e Thomson. Entre as empresas estrangeiras, estão Turkish Airlines, Pegasus Airways, Atlas-Global Airlines, Middle East Airlines, Egyptair, Royal Jordanian, Tunis e AirSaudia.

A proibição dos EUA será por tempo indefinido e afetará mais de 50 voos de 10 aeroportos em países principalmente muçulmanos, incluindo grandes centros como Dubai e Istambul, segundo fonte ligada ao governo americano.

As restrições, que se aplicam a tablets, laptops, aparelhos de DVD e alguns tipos de telefones, vêm depois de uma proibição similar do Departamento de Segurança Interna dos EUA. O governo britânico disse que a medida é “necessária, eficaz e proporcional” e irá afetar oito companhias aéreas nacionais e seis estrangeiras.

A proibição dos EUA afeta voos dos aeroportos internacionais na Jordânia, Kuwait, Egito, Turquia, Arábia Saudita, Marrocos, Qatar e Emirados Árabes Unidos. A Turquia reagiu e pediu ao governo americano que levante a proibição à Turkish Airlines.

No caso dos EUA, o governo de Donald Trump deu um prazo de 96 horas — a partir das 7h da manhã desta terça-feira — para que nove companhias aéreas de oito países de maioria muçulmana do Oriente Médio e do Norte da África proíbam seus passageiros de portar dispositivos maiores que telefones celulares ou smartphones na cabine.

Passageiros ainda podem viajar com esses itens, mas eles devem ser embalados em sua bagagem despachada. A proibição permanecerá em vigor por tempo indefinido, segundo autoridades federais.

A medida de Trump de veto à entrada de cidadãos de seis países de maioria muçulmana acabou suspensa na semana passada após juízes considerarem que ela continua violando direitos fundamentais.

Com informações da CNN.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Tags: ,,,

Gazeta News
Gazeta News
235