DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Angola 1×1 Irã

Terminou tudo igual no placar de Irã e Angola, 1 a 1, na última partida do Grupo D da Copa do Mundo da FIFA Alemanha 2006, direto de Leipzig, nesta quarta-feira, 21 de junho.

Angola sai na frente, Flávio marcando aos 60 minutos da partida o primeiro gol de seu país em Copas do Mundo. Mas 15 minutos depois, Baktirarizadeh acaba com a festa ao empatar com um belo gol de cabeça aos 75 minutos.

Com o resultado, Angola ficou em terceiro lugar do Grupo D, com 4 pontos, mas menor número de gols marcados que o México e por isso está fora das oitavas-de-final da Copa. O Irã fica em último lugar de seu grupo, com apenas 1 ponto, mas, mesmo que tivesse ganhado a partida, já não tinha mais chances de chegar à próxima fase.

A partida:

5’: Depois de um início lento, começou a chegar a Leipzig a informação de que Portugal havia saído na frente contra o México. Isso fez com que os torcedores de Angola no estádio dançassem com alegria, esperando, com isso, ajudar a equipe a conquistar a vitória.

13’: Vahid Hashemian cabeceou a bola para Ferydoon Zandi na entrada da grande área. O zagueiro do Kaiserslautern penetrou na grande área, mas seu tiro baixo foi defendido muito bem por João Ricardo.

15’: Os africanos avançam, e o chute de Figueiredo, da entrada da grande área, força Ebrahim Mirzapour a fazer uma defesa rente ao chão.

20’: Más notícias para Angola: em um minuto, dois de seus jogadores são retirados de campo contundidos. Primeiro é Mateus, que deixa o campo depois de sofrer uma contusão aparentemente séria na perna, e, em seguida, Loco requer cuidados médicos, após uma dividida com Hashemian. Mateus acabou sendo substituído por Love, mas Loco conseguiu continuar, não sem antes levar um cartão amarelo pela falta no atacante iraniano.

24’: O Irã teve uma grande oportunidade de abrir o placar, mas o veterano atacante Ali Daei errou o alvo, cabeceando por cima da trave, quando estava completamente desmarcado a cerca de quatro metros do gol. O jogador, que marcou 109 gols em partidas da seleção iraniana, ficou visivelmente chateado por ter desperdiçado essa chance.

27’: Pela segunda vez em três minutos, o Irã chegou com perigo. Hashemian subiu mais do que a defesa angolana e mandou uma cabeçada para o gol, mas Mendonça salvou em cima da linha. Na seqüência, Rahman Rezaei mandou o rebote para fora.
31’: Ambos os técnicos estavam frustrados com a finalização de seus atacantes. Akwa mandou um voleio por cima do travessão e, quando o jogo passou para o outro lado do campo, foi a vez de Zandi ser culpado do mesmo crime.

34’:Angola teve quatro escanteios em sucessão, mas não conseguiu criar uma oportunidade clara. E a pressão dos Palancas Negras arrefeceu quando a tentativa de Miloy, a cerca de 20 metros do gol, saiu pela linha de fundo.

40’: Andranik Taymoorian acertou um bom chute de pé direito a cerca de 20 metros do gol, que forçou João Ricardo a fazer uma bela defesa rente ao chão. Na seqüência, o goleiro angolano teve de se recuperar rapidamente e pegar o rebote, pois Ali Daei fechava perigosamente.

Os aventureiros angolanos

47′: Angola começou jogando de maneira brilhante no segundo tempo. Em pouco mais de um minuto de jogo Mendonça recebeu um lançamento promissor na entrada da área, mas sua finalização de pé direito foi muito aberta.

52′: Mendonça perdeu mais uma boa chance, quando chutou de longe, errando o alvo.

58′: O iraniano Mehdi Mahdavika quase pegou João Ricardo de surpresa com um tiro na entrada da área. Sem explicação, o goleiro, que não estava sob nenhuma pressão, socou a bola de volta ao jogo ao invés de segurar.

60′: Angola tomou a liderança com um gol de categoria. Após ter demonstrado sua habilidade no meio-campo, Figueiredo tocou para Zé Kalanga, que disparou pela lateral direita. Colocou a bola na área com perfeição para Flávio, que teve apenas que encaixotar o que foi seu décimo quarto gol em torneios internacionais. (0 a 1)

69′: Em uma jogada idêntica à que originou o gol, o cruzamento de Zé Kalanga chegou em Love, mas, desta vez, Mirzapour estava bem colocado e conseguiu defender.

75′: O Irã se recuperou e conseguiu entrar no jogo. Após ganhar um escanteio na direita, que foi cobrado por Mehdi Mahdavikia, Sohrab Bakhtiarizadeh, livre de marcação, marcou de cabeça, despertando a fúria do goleiro angolano João Ricardo. (1 a 1)
84′: O tiro de Rasoul Khatibi foi espalmado por João Ricardo, e os angolanos pareceram perder suas esperanças após o gol de empate do Irã.

Conclusão:

Ninguém apostava que a Angola pudesse chegar nas oitavas-de-final, mas quando tomou a liderança com o gol de Flávio, houve um momento de esperança. No entanto, o gol de empate de Bakhtiarizadeh colocou um ponto final em seus sonhos. Os dois times jogaram muito bem e o empate foi provavelmente um resultado justo, embora, para os angolanos, as chances desperdiçadas sejam motivo de frustração.

47+’: Akwa toca para Love na entrada da grande área, e Love chuta para a belíssima defesa de Mirzapour, que manda a bola por cima do travessão com a ponta dos dedos.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
222