DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Aluna alega ter sido estuprada em banheiro da escola em Miami Gardens

Imagem ilustrativa creative commons.

Uma estudante de 14 anos do sul da Flórida alega ter sido estuprada por três garotos dentro de um banheiro da escola em Miami Gardens.
A mãe da adolescente tenta buscar apoio e confortar a filha. Ela denunciou o caso depois que a garota disse ter sido forçada a fazer sexo com três garotos diferentes em um banheiro da Miami Carol City Senior High School. O caso teria acontecido em outubro, mas somente agora veio à tona com a declaração da jovem.
De acordo com a adolescente, os garotos a puxaram e não a deixaram sair do banheiro. “Eu ia sair, e ele me pegou pelo suéter”. A garota disse que o primeiro menino a forçou a ter sexo anal e logo depois outros alunos ficaram sabendo e também a forçaram.
“Depois da aula eu tinha que continuar na escola para tutoria de matemática, foi quando veio um cara me perguntando se eu poderia ir ao banheiro com ele”.
A jovem disse então que os outros garotos a forçaram a fazer sexo oral, e ela contou a um professor sobre o que aconteceu. “… ele me agarrou firmemente da minha mão, e ele me pegou no banheiro dos meninos … Eu não consegui respirar. Eu estava engolindo e chorando”, escreveu ao professor.
Para a adolescente, o professor e a escola não acreditariam nela. “Eu sentia que eles realmente levariam para o lado dos caras, e eles simplesmente acreditariam neles, me deixariam e diziam isso, você sabe, foi tudo culpa minha”.
Mas a situação ficou ainda pior quando a mãe da menina recebeu a notícia de que a garota corria o risco de ter contraído alguma doença, pois um dos garotos é soropositivo .

“Na última quinta-feira foi quando o investigador apareceu na minha casa às 7 horas da noite para me informar que uma dessas crianças era soropositiva e outro tinha gonorréia”.
A mãe disse que só saberá com certeza se sua filha contraiu HIV daqui um ano, mas os médicos já iniciaram com medicamentos para prevenção. “Ela tem apenas 14 anos. Como você explica à sua filha de 14 anos que ela vai ter algo para o qual ela não pode curar? “, disse a mãe.
O distrito escolar por sua vez informou que o caso está sob investigação. “Os administradores do distrito escolar, em conjunto com a Polícia das Escolas de Miami-Dade, estão investigando minuciosamente este caso, e continua a ser uma investigação ativa. Informações sobre o caso foram fornecidas ao Ministério Público do Estado, bem como ao Departamento de Crianças e Famílias (DCF) “.
Enquanto isso, a adolescente está sendo acompanhada por terapeuta. “Estou recebendo terapia. Não consigo dormir à noite, às vezes, e espero que isso não aconteça com nenhuma outra garota. Isso não deve acontecer com nenhuma outra garota ou garoto “.

Com informações de 7News Miami.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Tags: ,,

Gazeta News
Gazeta News
154