DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Advogado de caso que envolve Saddam é encontrado morto

O advogado que defende um réu que, juntamente com Saddam Hussein, é acusado pelo massacre de 143 xiitas, foi encontrado morto nesta sexta-feira, informou a polícia de Bagdá. Saadoun Janabi, que trabalhava para Awad al-Bander no julgamento iniciado na quarta-feira, fora seqüestrado na quinta-feira. Ele foi baleado várias vezes na cabeça e no peito.

Bander era um juiz na época do governo de Saddam Hussein e é acusado, junto com o ex-ditador e outras seis pessoas, de ter participado do assassinato de xiitas no vilarejo de Dujail depois de o ex-líder iraquiano ter escapado de uma tentativa de assassinato em 1982.

Segundo testemunhas, os seqüestradores chegaram em dois carros à casa da vítima. A polícia e o Ministério do Interior iraquianos confirmaram o seqüestro.

Inicialmente, a polícia iraquiana havia identificado o seqüestrado como sendo Saadoun Dulaimi. O erro na identificação causou uma confusão, levando a crer que a vítima era um dos advogados de Saddam Hussein, que é representado na corte por dois jurista, Khalil Dulaimi e Khamees al-Ubaidi.

Saddam e outros sete réus começaram a ser julgados na quarta-feira sob a acusação de crimes contra a Humanidade. Os réus declararam-se inocentes e conseguiram um adiamento do processo até 28 de novembro a fim de preparar sua defesa.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
165