DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Acidente com Airbus da TAM em SP e o pior da historia da aviacao brasileira

Um Airbus A320 da TAM procedente de Porto Alegre, com 176 pessoas a bordo, derrapou no Aeroporto de Congonhas, atravessou a Washington Luiz e bateu num prédio da companhia aérea num posto de gasolina do outro lado da avenida.

O vôo, de número 3054, havia saído da capital gaúcha às 17h16. Foram encontrados nove sobreviventes. Ainda não havia informações sobre onde eles estavam na hora do acidente, se no avião ou no prédio. Três dos sobreviventes foram levados para o Hospital Alvorada e seis para o Hospital Jabaquara.

Sobre os passageiros, a TAM informou que notificou os familiares antes de divulgar a lista. Os familiares dos passageiros começaram a chegar ao aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, protagonizando cenas de desespero. Um senhor gritava indignado pedindo pela lista de passageiros. Os mais exaltados foram contidos por amigos.

Havia rumores de que o deputado federal Julio Redecker (PSDB-RS) estaria a bordo, mas sua assessoria não pôde confirmar. Disse apenas que ele, de fato, tinha passagem nesse vôo. A assessoria do deputado Wanderley Macris (PSDB), porém, confirmou que Redecker estava a bordo.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou que o comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, fosse a São Paulo. Lula estabeleceu um gabinete de crise para acompanhar o caso e cancelou toda a agenda até sexta-feira. O ministro da Defesa, Waldir Pires, o de Relações Institucionais, Walfrido Mares Guia, e o da Justiça, Tarso Genro, foram convocados.

O Corpo de Bombeiros e a PM estavam se recusando a dar informações à imprensa.

Havia muitos curiosos no local, que atrapalhavam o trabalho dos bombeiros e do resgate.

Marcia Barros, que estava perto do local no momento do acidente, afirmou ao estadao.com.br que houve uma explosão após a colisão. Por volta de 20h30, o prédio começou a desabar.

O serviço de atendimento ao consumidor da Anac informou que o aeroporto foi fechado.

Uma testemunha teria visto o momento em que o avião vinha pousando, entrou um depósito de combustível e pegou fogo. A Aeronáutica iniciou investigações para apurar as causas do acidente.

O Corpo de Bombeiros enviou 26 equipes para controlar o incêndio. O fogo foi controlado por volta das 21h15, segundo a TV Bandeirantes. Um bombeiro disse à emissora que o avião foi inteiramente destruído.

A avenida Washington Luiz foi fechada nos dois sentidos, causando congestionamento. A Eletropaulo cortou o fornecimento de energia de Congonhas. O acidente aconteceu na esquina da avenida com a rua Otavio Tarquínio de Souza.

Os hospitais São Paulo, Pedreira e Jabaquara estavam prontos para receber os feridos.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152