DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

A outra face da moeda: futebol brasileiro é Penta, mas não tem nenhum clube entre os 20 mais ricos

O Brasil pode ter o futebol penta-campeão do mundo, primazia que nenhum país pode igualar antes da Copa de 2010, mas em matéria de clubes ricos e organziados, nosso futebol é medíocre e nem alcança os 20 primeiros lugares. Nossos mais reluzentes craques, entretanto, estão brilhando em quase todos os “clubes milionários do futebol”.
A empresa de consultoria Deloitte (“Deloitte Football Money League”) divulgou na quinta-feira(17) sua classificação anual dos clubes de futebol mais ricos do mundo. Pelo oitavo ano consecutivo, o Manchester United aparece no topo da lista.

O clube inglês é apontado como o mais rico do planeta, com um total de 259 milhões de euros na temporada 2003-2004. Os valores são relativos às partidas disputadas (venda de ingressos, “pay-per-view”, premiações por títulos), direitos de televisão e aspectos comerciais.

Da quantia ganha pelo Manchester, 92,4 milhões se devem às partidas, 94,5 milhões são relativos a direitos de televisão e 72,1 milhões são decorrentes das ações comerciais do clube. O Real Madrid, que aparecia em quarto em 2002-2003, já é o segundo colocado, com 236 milhões de euros, seguido pelo Milan, com 222 milhões de euros.
Quem apresentou a maior ascensão na lista foi o Chelsea, impulsionado pelo dinheiro do bilionário russo Roman Abramovich. O clube londrino passou do 10º para o quarto lugar. O “efeito Ronaldinho Gaúcho” parece estar dando muito mais do que alegrias para a torcida do Barcelona. O clube da Catalunha, antes em 13º, já é o sétimo.

A decepção ficou por conta do Juventus. Apontado como um dos clubes mais poderosos do mundo, o time de Turim deixou a vice-liderança, mas segue entre os “top 5”, em quinto.
O domínio da lista é dos ingleses. Oito aparecem entre os 20 mais ricos, sendo quatro (Manchester, Chelsea, Arsenal e Liverpool) entre os 10 primeiros.

Em segundo aparecem os italianos, com cinco clubes, seguidos por espanhóis, alemães e escoceses, todos com dois representantes. A França fecha a lista, com o Olympique de Marselha. De acordo com a Deloitte, a tendência é de que o futebol inglês aumente a sua supremacia nos próximos anos. A expectativa é de que o Chelsea, atual líder isolado do Campeonato Inglês, também suba ainda mais na lista.

Os clubes mais ricos do futebol mundial
1) Manchester U. (Inglaterra)
2) Real Madri (Espanha)
3) Milan (Itália)
4) Chelsea (Inglaterra)
5) Juventus (Itália)
6) Arsenal (Inglaterra)
7) Barcelona (Espanha)
8) Internazionale (Itália)
9) Bayern Munich (Alemanha)
10) Liverpool (Inglaterra)
11) Newscastle (Inglaterra)
12) Roma (Itália)
13) Celtic (Escócia)
14) Totteham (Inglaterra)
15) Lazio (Itália)
16) Manchester City (Inglaterra)
17) Schalke 04 (Alemanha)
18) Olympique Marselha (França)
19) Rangers (Escócia)
20) Aston Villa (Inglaterra)

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196