DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

A história do Pão

Chef Luiz Farias, Fabio Mendes e Samantha.

Estive conversando com um Chef especialista em pães, o Chef Luiz Farias, da academia Bunge. Nesse evento que aconteceu na charmosa padaria Vila Romana da Granja Viana, em São Paulo, fui recebida com todo o carinho por um dos sócios, o querido Fábio Mendes.

O chef Luiz Farias deu uma”pequena grande aula” sobre a origem e a tradição dos pães. Fiquei muito feliz em ter o prazer de aprender mais sobre esse delicioso alimento. Mas não pense que se tratava de qualquer pão; eram pães feitos a partir de fermentação natural. Eu jamais imaginaria a delícia que são esses pães feitos com fermentação natural; além de serem saudáveis são de dar água na boca.

Quem não gosta de um pãozinho? Em diversas receitas e sabores, o pão faz parte das mais diferentes culturas, herança que vem de muito tempo na humanidade e perdura ao redor do mundo até hoje.

Cultuado por muitas religiões, o pão nosso de cada dia ultrapassa todas as barreiras de tempo e crenças. Conta a história que os primeiros pães eram uma mistura de farinha e outros cereais, além de azeite, mel e tâmaras esmagadas com ovos ou carne moída, formando uma espécie de bolo. Desse bolo teria precedido o pão propriamente dito.Esses bolos eram cozidos sobre pedras quentes ou sob cinzas.

Os primeiros pães com fermento, ao que consta, datam do VII milênio a.C. e eram produzidos pelos egípcios, que acrescentaram o líquido fermentado à massa para torná-la leve e macia.

No Brasil, o consumo de pão só se popularizou depois do século 19.

Os judeus não utilizavam fermentos por acreditarem que a fermentação era uma forma de putrefação e impureza. À Jeová só ofereciam pão ázimo, sem fermento, o único que consomem até hoje na Páscoa.

O pão na Europa
Na Europa, o pão chegou através dos gregos. O pão romano era feito em casa, pelas mulheres. No século 17, a França começa a se destacar como centro mundial de fabricação de pães, desenvolvendo técnicas aprimoradas de panificação.

O pão no Brasil
No Brasil, o consumo de pão só se popularizou depois do século 19. Até então, o brasileiro consumia, em grandes quantidades, a farinha de mandioca e o biju, apesar de já conhecerem o pão de trigo desde a chegada dos colonizadores portugueses. Com a vinda dos italianos para o Brasil, no início do século 20, a atividade de panificação se expandiu e o produto passou a ser essencial na mesa do brasileiro.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,,

Samantha Di Khali
Samantha Di Khali
Psicóloga, radialista e empresária, é gaúcha, mas reside em São Paulo. Mais de 18 anos de experiência em grandes rádios e TV brasileiras. Atualmente é colunista do portal Band.com.br.
223