DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Garoto perde a mão e outros dois ficam feridos com fogos de artifício em Pompano

Share

O índice de acidentes é maior entre meninos. Foto: imagem ilustrativa pixabay AWM.

Três garotos, com idades entre 8, 9 e 11 anos, ficaram gravemente feridos e um perdeu a mão em acidente com fogos de artifício na noite de domingo, 9, em Pompano Beach.

O acidente ocorreu próximo ao McNair Park, perto da Northwest 27 Avenue e 9th Court, por volta de 7pm. Os bombeiros foram chamados e levaram os garotos para o Broward Health Medical Center em Fort Lauderdale.

Um dos garotos perdeu a mão, o outro perdeu dedos e o terceiro sofreu queimaduras no rosto e no peito, segundo Sandra King, porta-voz do Pompano Beach Fire Rescue.

Os acidentes causados por fogos de artifício intensificam nessa época devido às comemorações de 4 de julho. De acordo com o US Consumer Product Safety Commission, cerca de 68% de todas os acidentes com fogos de artifício ocorrem entre 18 de junho e 18 de julho.

Todos os anos, funcionários de segurança contra incêndios alertam para os perigos dos fogos de artifício, de demonstrações de objetos que pegam fogo e melancias que explodem- tipos de brincadeiras que acabam em acidentes.

No dia 28 de junho, um homem que mora em Plantation perdeu pelo menos um dedo devido aos explosivos. No dia 3 de julho, em Fort Lauderdale, um rapaz de 25 anos foi hospitalizado com lesões na mão e também na semana passada, uma outra criança teve a mão amputada ao brincar com o material na frente de casa em Fort Lauderdale.

De acordo com o US Consumer Product Safety Commission, em 2016, fogos de artifício foram responsáveis por 11.100 visitas hospitalares, resultando em quatro mortes. Ao todo, foram 1.300 hospitalizações por fogos de artifício, 900 ferimentos por explosão, 500 causados por velas romanas e 400 pelos chamados foguetes de garrafa.

Segundo dados de hospitalizações relacionadas a fogos de artifício (de 2006 a 2010) compilados em um estudo de 2014 pelo Journal of Surgical Research, o índice é maior entre adolescentes e jovens do sexo masculino.

No estudo de 2014, homens e meninos, em geral, representaram 76% de todas as internações hospitalares relacionadas a fogos de artifício. No ano passado, representaram 61% das internações.

Com informações do Sun Sentinel e Vox.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Share

Tags: ,,

Gazeta News
Gazeta News
199