DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Tatuador é preso por tortura ao escrever em testa de adolescente

Share

O tatuador responderá por tortura. Foto: facebook.

O tatuador Ronildo Moreira de Araújo, 29 anos, e o vizinho Maycon Wesley Carvalho dos Reis, 27 anos, foram presos em flagrante último sábado, 10, após terem “tatuado” na testa de um adolescente que, segundo a dupla, havia roubado uma bicicleta, os dizeres: “eu sou ladrão e vacilão”, em São Bernardo do Campo (SP).

O crime, segundo informações da polícia, foi cometido na manhã de sexta-feira, 9, e foi filmado por um dos jovens que compartilhou o vídeo no Whatsapp e logo depois viralizou nas redes sociais. Nas imagens é possível perceber que o adolescente não reage às provocações do tatuador e do vizinho dele. Em certo momento, um deles diz: “vai doer, vai doer”. Em outro momento eles perguntam ao menino o que ele quer tatuar e forçam a resposta: “ladrão.”

O adolescente estava desaparecido desde 31 de maio e os familiares o reconheceram através do vídeo. Eles apresentaram a filmagem ao 3º Distrito Policial de São Bernardo do Campo para tentar localizar o paradeiro do adolescente. Segundo relato da família à polícia, o jovem é usuário de drogas e não estaria gozando de suas faculdades mentais.

Na delegacia, os dois disseram que o adolescente teria tentado furtar uma bicicleta na região e ficaram revoltados com isso e “resolveram tatuar o mesmo como forma de punição”.

O advogado Ariel de Castro Alves, coordenador da Comissão da Criança e do Adolescente do Condepe (Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Humana de São Paulo) que acompanha o caso, o considera “gravíssimo”. “O vídeo circula desde a sexta-feira na internet. A polícia agiu corretamente. Submeter alguém a intenso sofrimento físico e psicológico configura tortura. Se ele estava tentando furtar ou roubar eles deveriam chamar a polícia e não torturar.”

O adolescentefoi encontrado por amigos ainda no sábado na rua em São Bernardo do Campo. Ele prestou depoimento à polícia, no 3º Distrito Policial da cidade, negou ter cometido qualquer furto, foi levado ao posto médico para ser medicado e voltou para a casa da avó.

Vaquinha online

Um grupo criou uma campanha na internetpara arrecadar R$ 15 mil reais para pagar a remoção datatuagem. Os responsáveis pelo coletivo Afroguerrilha criaram uma vaquinha pela internet para ajudar o adolescente a custear um procedimento para retirada da tatuagem na testa e também para um tratamento psicológico dele. Até a manhã deste domingo, 11, a campanha já havia arrecadado R$ 11,5 mil.

Com informações do G1.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Share

Tags: ,,

Gazeta News
Gazeta News
200