DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Português, pequenez, japonês, rapidez. Quando usar “S” ou “Z”?

Share

portuguesSegundo o dicionário Houaiss, ortografia é o conjunto de regras estabelecidas pela gramática normativa que ensina a grafia correta das palavras. Ao ler essa definição, não há muita dúvida: na ortografia, vamos estudar como cada palavra deve ser escrita.

Mas a realidade do uso de uma língua nos mostra que as dúvidas ortográficas são comuns. Diversos falantes, nativos e estrangeiros, têm dúvidas em relação à escrita correta. Hoje, vamos conversar sobre as palavras terminadas em “S” e em “Z”.

Afinal, por que uma palavra termina com “Z” e a outra é com “S”? Por que a gente não escreve tudo do mesmo jeito?

As perguntas sobre ortografia chegam aos montes aqui na coluna. E a resposta mais adequada para essas dúvidas é: vamos estudar as línguas de origem para resolver a maioria dos problemas ortográficos. Se estudar Latim, por exemplo, inúmeras questões ortográficas do Português, do Francês, do Italiano e do Espanhol serão sanadas.

Porém, a gente sabe que esse tipo de estudo não faz parte da realidade dos usuários. É preciso, portanto, passar explicações claras e objetivas para minimizar as dúvidas. Por isso, vou pontuar algumas dicas. Vamos à prática para falar sobre palavras terminadas com “EZ” e “ÊS”.

Quem nasce em Portugal é PORTUGUÊS (com “ês” no final).
Quem nasce no Japão é JAPONÊS (com “ês” no final).
Mas quem é tímido tem “TIMIDEZ” (com “ez” no final).
E a grávida está em estado de “GRAVIDEZ” (com “ez” no final).
Já quem é muito rápido tem “RAPIDEZ” (com “ez” no final).

Timidez, gravidez e rapidez são substantivos abstratos. Então, preste bem atenção na dica:

Os substantivos abstratos derivados de adjetivos recebem a terminação “ez” ou “eza” (com Z). Veja como é simples de entender.

O adjetivo tímido dá origem à palavra timidez. Por isso, substantivo abstrato terminado com “EZ”.

O adjetivo grávida dá origem à palavra gravidez. Por isso, substantivo abstrato terminado com “EZ”.

O adjetivo rápido dá origem à palavra rapidez. Por isso, substantivo abstrato terminado com “EZ”.

Confira outros casos de adjetivos que originam substantivos abstratos e, por isso, recebem a terminação “EZ” ou “EZA”, se for palavra feminina:

Mudo (adjetivo) > Mudez (substantivo abstrato)
Embriagado (adjetivo) > Embriaguez (substantivo abstrato)
Pequeno (adjetivo) > Pequenez (substantivo abstrato)
Fino (adjetivo) > Fineza (substantivo abstrato)
Destro (adjetivo) > Destreza (substantivo abstrato)
Certo (adjetivo) > Certeza (substantivo abstrato)

As palavras japonês e português, apresentadas no início do texto de hoje, não são derivadas de um adjetivo, conforme os exemplos explicados acima. Por essa razão, não terminam em “EZ”.

Muito simples, não é verdade? Sempre digo, em todos os textos, que a forma mais adequada para entender de uma vez a ortografia de uma língua é estudar a origem. Portanto, além da dica passada neste texto, busque estudar novos idiomas. Com certeza, quanto mais línguas você conhecer, melhor será seu entendimento sobre a ortografia. Sem contar que adquirir conhecimento, nunca é demais.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Share

Tags:

Rodrigo Maia
Rodrigo Maia
Graduado em Jornalismo, Radialismo e Letras, Rodrigo Maia é especialista em Língua Latina e mestre e doutor em Língua Portuguesa pela PUC-SP. Atua há 16 anos em redações de jornalismo, em grandes emissoras de TV. Atualmente é colunista da Rede Record e biógrafo na Companhia Editora Nacional (IBEP). Há 12 anos, ministra aulas de Língua Portuguesa na PUC-SP, na Faculdade Belas Artes e no Centro Universitário Ítalo-Brasileiro. Como pesquisador, atua no Núcleo de Apoio à Pesquisa em Etimologia e História da Língua Portuguesa, na USP. Nos Estados Unidos, é membro da American Organization of Teachers of Portuguese. Participe! Mande suas dúvidas para o e-mail rodrigo@gazetanews.com. Quero fazer os textos dessa coluna de acordo com o que os leitores precisam e querem saber. Espero sua mensagem!
201